Terça, 24 de Novembro de 2020 18:11
62 992250155
Geral GREVE

GREVE na Educação Municipal de Jaraguá

Em assembleia, profissionais da educação municipal de Jaraguá decidem pela greve a partir de sexta-feira.

28/08/2019 20h33 Atualizada há 2 meses
Por: Cláudio Bertode
GREVE na Educação Municipal de Jaraguá

Em assembleia convocada pelo Sintego (Sindicado dos Trabalhadores em Educação do Estado de Goiás) e realizada hoje, (28.08), professores e demais profissionais da educação municipal de Jaraguá votam pela Greve a partir de sexta-feira. Desde 2017, professores vêm tentando negociar com o Prefeito Zilomar o cumprimento da Lei do piso. O prefeito que na campanha havia prometido o cumprimento da Lei, depois de eleito, insiste em dizer que irá cumprir apenas percentuais parciais, para piorar ainda faz isso com atraso de até 6 meses e quando faz não dá nem a correção da inflação anual. Este ano para piorar, já fazem 8 meses que os professores esperaram e nada de uma proposta ou solução para o cumprimento da Lei. Assim, professores foram obrigados a escolher cruzar os braços até o Prefeito tenha uma solução concreta para a situação. 

ENTENDA A INDIGNAÇÃO DOS PROFESSORES

 O prefeito Zilomar venceu as eleições em 2016 para a Prefeitura de Jaraguá, inclusive com o apoio maciço da maioria dos professores municipais e com a promessa de cumprir a Lei do Piso. O problema é que depois de empossado, Zilo mudou o discurso e, além de não cumprir o piso, ainda demora quase seis meses para cumprir o mínimo de reajuste nos salários. Desta forma, semana passada, em Assembleia os professores lançaram um alerta de greve, ou seja, se Zilomar não apresentar uma solução concreta, a rede municipal vai cruzar os braços a qualquer momento.

Os professores municipais reclamam que as perdas apenas aumentam a cada ano de não cumprimento do Piso integral como manda a Lei Federal n° 11.738/2008. Enquanto os professores estão cada vez mais indignados, Zilomar, mesmo depois de 03 anos, ainda insiste na conversa de que tudo é culpa do Ival. Alguns professores chegaram a comentar em rede social que o prefeito “parece uma vitrola com um disco arranhado”, comentou uma educadora.

CRISE E CRÍTICA DE VEREADORES

Na semana passada, um novo ingrediente foi adicionado, o Vereador Odair da Vizzado, usando a tribuna da Câmara Legislativa de Jaraguá, teceu uma série de críticas a Zilo, inclusive acusando o prefeito de fazer perseguições a diretoras e professoras do município. Inclusive a própria esposa do vereador foi perseguida e demitida do cargo de diretora, segundo Vizzado.

PERDAS CAUSADAS POR ZILOMAR AOS PROFESSORES MUNICIPAIS

O Sintego – Sindicato dos Trabalhadores da Educação, apresentou uma tabela de cálculos das perdas causadas pela administração de Zilomar, o montante já chega a mais de 18 mil para cada educador.

A crise piora, uma vez que o prefeito, nesses quase três anos vem tratando os professores com um certo descaso,  fazendo correções salariais mínimas e sempre com atraso de mais de 6 meses todos os anos. Deixa claro, que o quesito educação, ao que parece não está entre as prioridades do prefeito de Jaraguá, na visão dos profissionais da educação municipal, o prefeito age com insensibilidade e sempre jogando para depois o cumprimento da Lei Federal do Piso. Além de todas as perdas que vêm desde o início da administração, só esse ano já são 08 meses de perdas.

TABELA DE PERDAS DIVULGADA PELO SINTEGO 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.