Terça, 29 de Setembro de 2020 01:26
62 992250155
Geral INFLAÇÃO

Indústria de alimentos e mercados faturam alto na pandemia

Nas prateleiras dos mercados, produtos sofrem alta nos preços de até 100%

13/09/2020 14h35 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Sosnoticia
Indústria de alimentos e mercados faturam alto na pandemia

Enquanto a classe baixa, pobre e trabalhadora amarga o aumento do desemprego, os empresários da indústria alimentícia e os ricos donos de mercados lucram como nunca lucraram.
De um lado, uma fatia da população sobrevive de “bicos”, tenta passar por esse momento conciliando a insegurança de pequenos trabalhos informais com a ajuda do auxilio emergencial do governo federal; de outro, aproveitadores da indústria tiram proveito e agem em benefício de faturamento exorbitante.
Em alguns estabelecimentos, o preço de alimentos sofreram alta de mais 100%. É o caso do arroz que chega a mais de R$ 30 reais, o óleo de soja chega a ser vendido a R$ 8 reais. 

Em uma jogada de mestre, os grandes empresários articularam um ambicioso “lobby” para pressionar o Governo Federal para que liberasse uma linha de crédito para amparar as empresas durante os efeitos da Pandemia. Usaram como principal argumento o fato de que seriam obrigados a demitir grande contingente de funcionários. Claro que o governo teve de ceder e em maio de 2020 o presidente Jair Bolsonaro liberou crédito no valor quase 5 milhões para auxiliar esses nobres empreendedores. 


O problema é que mesmo com a ajuda governamental, ocorreram as demissões em massa, e mais, resolveram aproveitar do frágil momento para elevar os preço de alimentos às alturas. Só para se ter uma ideia, os dados sobre o faturamento da indústria de alimentos e bebidas mostram números que chegam a quase 700 bilhões. 

O que resta saber é como essa iniciativa vai afetar a população mais carente a longo prazo, até por que com o auxílio, devido esse aumento injustificado dos preços, não se compra mais uma simples cesta básica.


O Governo Federal, que se elegeu com apoio desse mesmo lobby da indústria e prometendo liberdade de comércio, está, no momento literalmente de mãos atadas diante do descontrole de preços, aumento de desemprego e queda do PIB, uma vez que o dinheiro que está girando é retirado dos próprios cofres públicos, fruto de arrecadação de anos anteriores. Seja via financiamento de empresas ou via pagamento de auxílio emergencial.
Os próximos meses serão cruciais para saber nas mãos de quem realmente está a economia brasileira e como isso vai afetar a subsistência do cidadão que mais passa necessidade. 

 

 

 

 

O QUE É UM LOBBY? 

 

Em Ciência Política, é atividade de pressão de um grupo organizado (de interesse, de propaganda etc.) sobre políticos e poderes públicos, que visa exercer sobre estes qualquer influência ao seu alcance, mas sem buscar o controle formal do governo; campanha, lobismo.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.