Terça, 29 de Setembro de 2020 01:25
62 992250155
S.O.S Enem Tema de redação

Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios

Tema para treinamento

01/10/2018 19h27 Atualizada há 3 semanas
Por: Cláudio Bertode
Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios

Após a leitura dos textos motivadores seguintes e com
base nos conhecimentos construídos ao longo da sua
formação, redija texto dissertativo-argumentativo em
norma padrão da língua portuguesa sobre o tema
Envelhecimento da população brasileira: os novos
desafios, apresentando proposta de intervenção, que
respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e
fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I:
O Brasil vai se tornar um país de idosos já
em 2030, diz IBGE
Na esteira dos países desenvolvimentos, o Brasil
caminha para se tornar um País de população
majoritariamente idosa.
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e
Estatística (IBGE), o grupo de idosos de 60 anos ou
mais será maior que o grupo de crianças com até 14
anos já em 2030 e, em 2055, a participação de idosos
na população total será maior que a de crianças e
jovens com até 29 anos.
[...] Os números do IBGE mostram ainda que a
principal fonte de rendimento dos idosos de 60 anos
ou mais foi a aposentadoria ou a pensão, equivalendo
a 66,2%, e chegando a 74,7% no caso do grupo de 65
anos ou mais.
A coordenadora da pesquisa, Ana Lúcia Saboia,
destaca a necessidade de atenção a esta mudança na
composição da população. “Hoje em dia a população
de idosos que recebe benefícios é muito expressiva,
grande parte recebe contribuições de transferência de
renda. Os trabalhadores (que irão se aposentar no
futuro e tem carteira assinada) têm mais garantias. O
sistema previdenciário tem que estar atento ao
envelhecimento”, afirma.
Disponível em: http://noticias.terra.com.br/…/brasil-vai-setornar-um-pais-….

Acesso em maio de 2015.

TEXTO II:
Segundo IBGE, 4,5 milhões de idosos estão
no mercado de trabalho
Lá vai Seu Vianelo para mais um dia de trabalho. E ele
levantou foi bem cedinho. Antes do despertador. “Ponho
para despertar às 6 horas mas ele nunca desperta, nunca
desperta”, conta Seu Vianelo Coelho Da Silva, 94 anos.
Aos 94 anos, de segunda a sábado ele está sempre
fiscalizando o conserto das estradas em Nerópolis, a 30
quilômetros de Goiânia.
Vianelo: Agora eu quero aproveitar a vida. Não está
certo?
Jornal Nacional: E trabalhar significa aproveitar a vida?
Vianelo: Quando eu morrer eu fecho o olho para
descansar.
Até pouco tempo atrás a regra era essa: a pessoa
envelhecia, se aposentava e ficava em casa. E aí toda
experiência profissional adquirida ao longo dos anos já
não tinha mais nenhuma utilidade. E foi justamente
pensando em toda essa experiência que estava sendo
desperdiçada que essa rede de supermercados decidiu contratar os idosos.

E 20% do quadro de funcionários já tem idade pra parar
de trabalhar. O Seu Vicente, beirando os 71 anos, é pura
disposição.
Jornal Nacional: Posso dizer então que o senhor mexe
com eletricidade e é ligado no 220.
Vicente Goes Nogueira, eletricista: 220 fico 24 horas.
Jornal Nacional: O senhor não desliga nunca.
Vicente Goes Nogueira: Nunca desligo.
Segundo o IBGE, dos 15 milhões de idosos no Brasil,
4,5 milhões estão no mercado de trabalho. A dona
Wilma já se aposentou mas nem pensa em parar.
[...]
Disponível em: http://g1.globo.com/…/segundo-ibge-45-milhoes-de-idososesta….
Acesso em maio de 2015.

Instruções para redação

Receberá nota zero, em qualquer das
situações expressas a seguir, a redação
que:
• tiver até 7 (sete) linhas escritas, sendo
considerada “insuficiente”.
• fugir ao tema ou que não atender ao tipo
dissertativo-argumentativo.
• apresentar proposta de intervenção que
desrespeite os direitos humanos.
• apresentar parte do texto deliberadamente
desconectada com o tema proposto.

 

Adaptado de PROJETO REDAÇÃO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.